LLAMANOS 34 91 535 89 90

Portugal Vinho do blog

  • Um pouco da história do vinho.

    Um pouco da história do vinho.

    Até que ponto a história corresponde à realidade e em que momento o homem começa a preencher as lacunas trabalhando com a imaginação os fragmentos de fatos narrados por seus antepassados? Por Aguinaldo Záckia Albert e Ennio Federico.

  • Do vinho.

    Do vinho.

    O vinho, por definição, é o produto da fermentação alcoólica do mosto de uvas frescas. Por Aguinaldo Záckia Albert e Ennio Federico.

  • A Videira.

    A Videira.

    A Ampelografia é o estudo do cultivo da videira, que, num sentido mais amplo, é definida como uma planta arbustiva trepadeira, com ramos longos e flexíveis chamados sarmentos, compreendendo milhares de variedades, sendo que pelo menos 5.000 delas estão catalogadas e menos de 50 delas interessam aos enófilos. Por Aguinaldo Záckia Albert e Ennio Federico.

  • A Cepa

    A Cepa

    Dentre os fatores determinantes da qualidade do vinho, a variedade da cepa talvez seja o mais fácil de detectar numa degustação às cegas. Por Aguinaldo Záckia Albert e Ennio Federico.

  • A uva Chardonnay

    A uva Chardonnay

    Conhecida como a "Rainha das Uvas Brancas" por proporcionar vinhos complexos, ricos e bem estruturados. Além disso, é bastante versátil, adaptando-se muito bem às várias regiões vinícolas do mundo todo. Por esses e outros motivos, é tida como a contrapartida branca de outra soberana, a tinta bordalesa Cabernet Sauvignon. Por Aguinaldo Záckia Albert e Ennio Federico.

  • A uva Sauvignon Blanc.

    A uva Sauvignon Blanc.

    Os vinhos brancos secos mais famosos são feitos com essa uva, que, ao que parece, tem suas origens em Bordeaux. Vinificada com ou sem tratamento em tonéis de carvalho, produz vinhos muito diferenciados. Por Aguinaldo Záckia Albert e Ennio Federico.

  • A uva Riesling.

    A uva Riesling.

    A Riesling Renana, a verdadeira Riesling germânica, tem também uma personalidade marcante e uma acidez bastante elevada, apresentando-se melhor sem o tratamento em carvalho. Por Aguinaldo Záckia Albert e Ennio Federico.

  • A uva Chenin Blanc.

    A uva Chenin Blanc.

    Talvez a uva mais versátil do mundo, ela é nativa de Pineau de la Loire, dela se produzindo vinhos brancos doces de grande longevidade. Por Aguinaldo Záckia Albert e Ennio Federico.

  • A uva Gewürztraminer.

    A uva Gewürztraminer.

    Dessa uva é produzida uma variedade de vinhos que vai dos completamente secos, que acompanham pratos condimentados, aos doces, de sobremesa, feitos com uvas colhidas tardiamente todos muito elegantes, destacando-se a parte aromática que é marcante. Por Aguinaldo Záckia Albert e Ennio Federico.

  • A uva Sémillon.

    A uva Sémillon.

    Sozinha ou acompanhada, produz um vinho que envelhece bem. Com a Sauvignon Blanc, é a base dos Sauternes e da maioria dos grandes vinhos secos de Graves e Pessac-Léognan, todos muito ricos e lembrando mel. Por Aguinaldo Záckia Albert e Ennio Federico.

  • A uva Cabernet Sauvignon.

    A uva Cabernet Sauvignon.

    Indiscutivelmente a rainha das uvas tintas, por sua alta qualidade e adaptabilidade tem sido cultivada em quase todas as regiões vinícolas do mundo. Por Aguinaldo Záckia Albert e Ennio Federico.

  • A uva Merlot.

    A uva Merlot.

    Foi a uva tinta de maior sucesso nos anos 90. Embora usada principalmente para corte nos grandes vinhos de Bordeaux, ela também faz carreira solo. Por Aguinaldo Záckia Albert e Ennio Federico.

1 2 3 4
Anterior - Siguiente || Primera - Última

    • Cargando...
    • Cargando...
    • Cargando...